Omar Talih


localizar

terça-feira, 15 de fevereiro de 2011

Nós e o sexo... oposto!


Tenho visto muito reclamação sobre a atuação do "oposto" nos relacionamentos. Machos e fêmeas não se entendem e estão sempre insatisfeitos uns com os outros. Há um estudo que diz que as atitudes do 'macho' são as mesmas dos homens das cavernas e seus instintos o levariam a praticar estupros e violência contra a fêmea não apenas para possui-la, mas para garantir que não haveria concorrencia na transmissão de seus genes. Diz se também que em função de sua virilidade e excesso de testosterona, ele consome muita energia e por isso tem menor imunidade a certas doenças o que os leva a viver menos, uns 15 anos, que as mulheres. Esse hormonio, pelo visto atua no sistema nervoso central e tira não só a capacidade de defesa do corpo, como a razão e o discernimento. Uma outra pesquisa mostra que hoje os homens tem menor interesse em sexo, preferindo os amigos, bebedeiras e video-games, enquanto as mulheres, se satisfazem com chocolates ou a compra de um novo par de sapatos. No Japão, hoje com 124 milhões de habitantes, terá em algumas décadas, 97 milhões. Por outro lado, 70% das mulheres no Brasil, dizem que nunca tiveram um orgasmo e 86% dos homens dizem satisfazer plenamente suas parceiras. Somente 17% delas estão satisfeitas com o relacionamento. Seria o princípio da extinção da espécie ou somos grandes mentirosos e fingimos estar satisfeitos com o que fazemos?

Um comentário:

  1. Dúvida cruel!!

    Mas eu ainda acho que tudo isso diz respeito apenas a dados!

    ResponderExcluir